Compartilhamentos

O fim de semana de eleições foi bem violento no Amapá, apesar da Lei Seca. Foram dois homicídios, um latrocínio, e um cadáver encontrado com perfuração na cabeça. Houve também uma tentativa de homicídio.

No início da manhã desta segunda-feira, 27, um corpo foi encontrado na Travessa Joaquim Nabuco, Bairro Universidade. Identificado como Sandro Barcelar Barbosa, de 28 anos, estava com uma perfuração na cabeça, possivelmente causada por um tiro. A Politec e a Polícia Civil foram chamadas para atender a ocorrência.

Na madrugada, por volta das 4 horas, três homens armados com facas assaltaram Reginaldo da Silva, que transitava pela Avenida Equatorial, Bairro Pedrinhas. Os bandidos levaram objetos pessoais de Reginaldo e em seguida desferiram várias facadas nas costas dele. A vítima chegou a ser levada para o Hospital de Emergência, mas não resistiu aos ferimentos.

Outro homicídio foi registrado por volta da meia noite na Rua Nelson Gonçalves, Loteamento Sol Nascente, Zona Norte de Macapá. Adriano Baia dos Santos, de 23 anos, foi morto a tiros. O crime aconteceu às proximidades do antigo Planetário (casa noturna). A polícia apurou com testemunhas que dois homens em uma moto pararam perto de Adriano e disparam contra ele. Os tiros atingiram o peito da vítima. O Samu foi chamado e levou Adriano para o Hospital de Emergência, onde morreu. A Polícia Civil investiga o caso e trabalha com a hipótese de acerto de contas. 

Na noite de sexta-feira, 24, na localidade de Abacate da Pedreira, Zona Rural de Macapá, um homem tentou roubar uma bomba d´água de um sítio. O caseiro surpreendeu o criminoso e o atingiu com golpes de terçado. O ladrão correu e se jogou no rio. O corpo foi encontrado na manhã de sábado boiando no rio. O homem ainda não foi identificado

E na madrugada de sábado, no Bairro Provedor, em Santana, foi encontrado o corpo de um homem não identificado com uma perfuração de faca nas costas. A Polícia Civil foi chamada para investigar o caso.

Compartilhamentos