Compartilhamentos

A pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (Ibope) encomendada pela TV Amapá para conferir a intenção de voto dos eleitores amapaenses para o cargo de governador do Estado não será mais divulgada no sábado, 25, como estava previsto. É que a juíza eleitoral auxiliar Eleusa Muniz, determinou nesta quinta (24) que a pesquisa só poderá ser divulgada a partir de domingo, 26, dia da eleição em segundo turno. A magistrada entendeu que, em razão da pesquisa ter sido registrada no TRE-AP no dia 20 de outubro, deve ser contado o prazo mínimo de 5 dias a partir daquela data, para somente após ocorrer a divulgação. O pedido foi formulado pela coligação PSB/PT/PSOL/PCdoB, que tem como candidato Camilo Capiberibe.

A juíza também levou em consideração os argumentos da coligação de que havia o risco do resultado da pesquisa, na véspera da eleição, influenciar o eleitor de forma a desequilibrar a disputa. “É inquestionável, neste caso, que a divulgação de pesquisa eleitoral na véspera do pleito, poderá causar sério prejuízo no equilíbrio do processo eleitoral, influenciando diretamente a opinião do eleitor, notadamente no aspecto do ‘voto útil’, ferindo a garantia de igualdade de condições entre os candidatos”, destacou a magistrada em sua decisão.

Em caso de descumprimento da decisão, o Ibope ficará sujeito a pena de multa diária no valor de R$ 200 mil. A Rede Amazônica (TV Amapá) tem o prazo de 48 horas para apresentar defesa, o que segundo uma fonte da emissora, já está acontecendo.

 

Compartilhamentos