Compartilhamentos

A cena é forte, mas necessária de ser mostrada para que se tenha ideia do nível de violência que as mulheres do Amapá sofrem, mesmo depois da Lei Maria da Penha. No início da madrugada desta quarta-feira, 15, uma mulher grávida foi esfaqueada pelo companheiro, no Bairro Perpétuo Socorro, Zona Sul de Macapá. De acordo com o Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciodes), Ana Maria Leitão Miranda, de 25 anos, grávida de cinco meses, levou uma facada na barriga. A arma ficou presa ao corpo dela. O acusado foi preso. É Jonielson Pantoja Rangel, 27 anos.

Jonielson, acusado de esfaquear a esposa grávida

Jonielson, acusado de esfaquear a esposa grávida

O acusado ainda tentou fugir, mas foi preso por uma guarnição da Polícia Militar e apresentado na Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM). Ana Maria foi encaminhada ao Hospital de Emergência onde passou por uma cirurgia. Ela não perdeu a criança e passa bem.

A vítima dando entrada no HE

A vítima dando entrada no HE

No HE, a vítima disse que tinha dinheiro para comprar medicamentos para dores provocadas pela gravidez e que o companheiro pediu para comprar drogas. Houve uma discussão que acabou com a tentativa de homicídio. Na delegacia, Jonielson estava aparentemente drogado e não conseguia falar direito.

Foto: Jair Zemberg e PM

Compartilhamentos