Compartilhamentos

Os pais de um menino de 8 anos foram notificados nesta quinta-feira, 09, pelo Conselho Tutelar da Zona Norte. A criança teria participado de um assalto na tarde da quarta-feira, 08, no Bairro Perpétuo Socorro, Zona Leste de Macapá, e os pais dele poderão ser indiciados pelo crime. O menor estaria servindo de “olheiro” enquanto outros três menores assaltavam, com uma arma de fogo, um mercantil localizado na Avenida Ana Nery.

Os menores foram apreendidos por policiais militares com R$ 250 roubados dos clientes que estavam no estabelecimento comercial. Junto o garoto de 8 anos estavam outros três meninos de 14, 15 e 16 anos. Todos foram entregues a Delegacia de Crimes Infracionais (DEIAI). Apenas R$ 50 foram recuperados.

Delegado Plínio Roriz: interdição para testar grau de discernimento

Delegado Plínio Roriz: interdição para testar grau de discernimento

O caso será encaminhado para Vara da Infância depois que o delegado titular, Plínio Roriz, pediu a interdição dos menores. Na prática, o pedido de interdição determina, por meio de perícia, qual o grau de discernimento dos menores, o que pode indicar se poderão ou não ser responsabilizados por seus atos.

Até o final da manhã, apenas os pais de um dos menores haviam comparecido a Deiai. Os responsáveis dos outros dois adolescentes ainda estavam sendo procurados pela Polícia Civil para que o pedido de apreensão seja formalizado. Já o menor de 8 anos ficará sob a custódia de uma assistente social do Conselho Tutelar. “Os menores estão apreendidos aqui na Deiai e para que possamos fazer o pedido de interdição temos que localizar os pais deles. No caso da criança de 8 anos, os pais é que serão indiciados pelo crime, e como ele ainda é considerado criança, todas as medidas serão tomadas pelo Conselho Tutelar”, contou Plínio Roriz.

 

Compartilhamentos