Compartilhamentos

O senador José Sarney (PMDB) chegou em Macapá neste sábado, 04, em um jatinho particular. Segundo fontes do grupo político de Sarney, o senador antecipou sua chegada para articular mais apoio a seu candidato, Gilvam Borges, do mesmo partido.

O resultado da última pesquisa do Ibope, apontando que Davi Alcolumbre (DEM) empatou tecnicamente com Gilvam Borges, deixou Sarney e seus aliados preocupados. Gilvam aparece com 33% das intenções de votos contra 30% de Davi, com margem de erro de 3 pontos para mais ou para menos.

Sarney viria para o Amapá apenas no domingo, 5, como sempre faz para votar, mas desta vez a situação é bem diferente. O alerta vermelho acendeu depois do Ibope. Assim que chegou, Sarney fez muitas ligações, especialmente para caciques locais do Partido dos Trabalhadores.

Sarney tem cobrado fidelidade dos petistas do Amapá em nome da aliança nacional entre PMDB e o governo da presidente Dilma Roussef, aliança que no Amapá já vinha se fragmentando depois da candidatura ao Senado da petista Dora Nascimento, que aparece nas pesquisas com 12% das intenções.

Sarney também está insatisfeito com o racha dentro do próprio grupo político. Muitas lideranças, especialmente do PDT, andam divididas sobre apoio ao Senado. 

Compartilhamentos