Compartilhamentos

Os caçambeiros que prestam serviços ao Governo do Estado decidiram fazer um protesto diferente para reivindicar os quatro meses de pagamentos atrasados. A cooperativa decidiu fazer um churrasco em frente ao Palácio do Setentrião. A Rua General Rondon precisou ser interditada e o trânsito foi desviado.

Caçambeiros em greve trabalham na limpeza, asfaltamento e terra-planagem

Caçambeiros em greve trabalham na limpeza, asfaltamento. Foto: Cássia Lima

O protesto começou às 6h30min desta terça-feira, 25. Ao todo, 45 caçambeiros participaram da manifestação acusando o governo do Estado de falta de compromisso com a categoria. De acordo com o Portal da Transparência, o pagamento dos caçambeiros é de R$ 570 mil mensais.

Jomar Ferreira: "não vamos arredar o pé"

Jomar Ferreira: “não vamos arredar o pé”

A classe, que está em greve, presta serviços por meio de uma cooperativa em trabalhos de limpeza, asfaltamento e terraplanagem em todo o Estado para a Secretaria Estadual de Transporte (Setrap). A última promessa de pagamento aos profissionais saiu em outubro, em uma reunião com membros do governo. “Nós estamos desde agosto sem receber. Já tivemos uma reunião em outubro, mas nada foi repassado. Exigimos, no mínimo, dois meses de pagamento para terminarmos a greve”, declarou o cooperado, Jomar Ferreira.

A classe afirma que já tentou várias vezes dialogar com o governo. O churrasco foi uma maneira bem humorada de dizer ao governo que eles não irão desistir. “Queremos o que é nosso por direito. Não vamos arredar o pé sem nosso salário. Enquanto isso, o churrasco é garantido, mas não tem refrigerante porque não temos mais dinheiro”, reclamou o caçambeiro, Ricardo Marques.

Última promessa de pagamento foi feita em reunião em agosto

Última promessa de pagamento foi feita em reunião em agosto

A equipe de reportagem tentou falar com a assessoria de comunicação do gabinete do Governo do Estado, mas não obteve resposta. Até 14h30, o protesto continuava com promessa de prosseguir até às 18 horas. A categoria promete voltar amanhã para a porta do Palácio.

Compartilhamentos