Compartilhamentos

A droga conhecida por viciar logo na primeira vez, o crack, continua liderando as apreensões no Amapá. Neste fim de semana foram duas em Macapá: uma ocorreu no Iapen, e outra na Baixada da Pará, no Bairro do Pacoval. Duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas.

No Instituto de Administração Penitenciária, uma cadela ajudou agentes penitenciários a encontrar a droga em uma cela do Pavilhão 3, onde ficam os presos já condenados pela Justiça.  Ao todo foram encontradas 150 pedras de crack, além de baterias a carregadores de telefones celulares, e armas brancas fabricadas na cadeia, o famoso “stock”.

Armas e outros objetos encontrados no Pavilhão P3. Foto: Iapen

Armas e outros objetos encontrados no Pavilhão P3. Foto: Iapen

As drogas foram localizadas por uma cadela chamada “Katana”, que faz parte da Equipe Bravo da Unidade de Canil do Iapen. Os proprietários do material proibido não foram identificados.

Já na Baixada da Pará, no Bairro do Pacoval, a PM recebeu denúncia de venda de entorpecentes e mandou uma viatura até o local. Os policiais flagraram um casal comercializando o produto em uma residência. Os dois foram presos. Com eles os PMs encontraram 24 pacotes de crack, além de aproximadamente 1 quilo de maconha. 

Compartilhamentos