Compartilhamentos

O combate ao incêndio na Reserva Biológica do Lago Piratuba, que já se estende por três semanas, recebeu reforço de mais sete brigadistas que vieram do Distrito Federal e Alagoas. Além disso, outros sete profissionais do município de Calçoene também estão indo para a região. Hoje estão na área do incêndio cerca de 50 brigadistas do ICMBio e do Prevfogo e mais 10 coordenadores.

Coordenadores do Prevfogo que estão na área informaram que o fogo continua castigando a região, mas a equipe de brigadistas está conseguindo manter as chamas em uma área isolada, evitando que o fogo se alastre. “Estamos cavando trincheiras e isolando o fogo. Agora, com o reforço dos brigadistas o trabalho vai melhorar ainda mais”, enfatizou Leozildo Benjamim, do Ibama.

O Instituto de Meteorologia do IEPA, com base em imagens de satélite, informou que não existe previsão de chuvas para a região nas próximas semanas. As primeiras chuvas estão previstas para a segunda quinzena de dezembro. Para se ter uma ideia, o Instituto registrou nas últimas 48 horas 173 focos de incêndio no Estado, a maior parte está na região dos municípios de Tartarugalzinho, Cutias do Araguari e Amapá.

Compartilhamentos