Compartilhamentos

Nesta terça-feira, 25, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL) participou em Brasília do XIV Encontro Nacional da 3ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, com o tema: O MPF e os Serviços Regulados. Na oportunidade o parlamentar amapaense aproveitou para tratar sobre as frequentes falhas nos serviços de telefonia móvel no Amapá e Região Norte. Este ano o senador protocolou representação no MPF, Ministério Público Estadual (MPE), PROCON e Agência Nacional de Telecomunicaçãos (ANATEL) solicitando providências para esse problema que afeta a vida de muitas pessoas.

De acordo com o senador, “é preciso garantir que os serviços ofertados por estas operadoras cheguem até os consumidores. No Amapá, por exemplo, a população não consegue fazer uma ligação via celular, muito menos acessar a Internet ou usar o pacote de dados”. Em 2013, Randolfe Rodrigues também já promoveu uma audiência pública em Brasília sobre a pauta. As operadoras participaram, mas o presidente da ANATEL não compareceu.

Segundo dados da ANATEL existem mais de 958 mil telefones móveis no Amapá, a Vivo detém a maioria dos consumidores do Estado, cerca de 60%. Para Randolfe Rodrigues, as operadoras de telefonia celular e a ANATEL precisam ser responsabilizadas, porque esses problemas se repetem com muita frequência no norte do país.

 

Compartilhamentos