Compartilhamentos

A Polícia Militar cumpriu na manhã desta terça-feira, 11, mandado de reintegração de posse da chamada “Área do Kaká”, no Distrito do Coração, Zona Rural de Macapá. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar um homem que cobrava dos invasores uma taxa para supostamente legalizar a permanência deles no terreno.

Policiais cumpriram reintegração sem resistência

Policiais cumpriram reintegração sem resistência

A área, do tamanho de 9 campos de futebol, foi invadida no dia 26 de setembro por cerca de 700 famílias. Ruas foram abertas com tratores e até postes foram instalados para levar energia até os barracos de madeira. O dono da área, identificado na ação como Márcio Henrique Trajano do Vale, ingressou com o pedido de  reintegração e foi atendido pela juíza Keyla Christine Banha Bastos Utzig, da 5ª Vara Cível e de Fazenda Pública e Macapá.

Hoje cedo tratores começaram a demolir os barracos que já tinham sido esvaziados pelos moradores já alertados sobre a operação. A polícia já identificou o homem que cobrava R$ 300 de cada família prometendo que elas permaneceriam no lugar. Trata-se de um morador do Distrito do Coração. Ele poderá ser processado por estelionato.

Compartilhamentos