Compartilhamentos

Seguindo as informações dadas por Carlos Augusto Roudão da Conceição, o primeiro a ser preso, policiais do GTA chegaram a mais duas pessoas acusadas de sequestrar a filha de um empresário na noite da última segunda-feira, 3, no Bairro Açaí. Um dos suspeitos foi identificado como Miguel Ângelo da Silva Rodrigues (foto acima).

Ele estava escondido na casa de parentes no Bairro das Pedrinhas, em Macapá, e foi levado para o Ciosp do Pacoval junto com outros presos. Todos foram apontados por Carlos Roudão,  como comparsas logo depois que o cativeiro foi estourado no Bairro Marabaixo I. Carlos Roudão estava no cativeiro e é dono de uma empresa de vigilância noturna que usa motos para “patrulhar” ruas do Marabaixo e Cabralzinho.

Local onde a vítima ficou amarrada

Local onde a vítima ficou amarrada

A adolescente já está em casa com a família. Uma foto mostra o local onde a menina teria ficado amarrada desde a noite do sequestro. O lugar fica na parte de trás do imóvel onde funcionava a sede da empresa de vigilância. Depois da prisão, surgiu a informação, ainda não oficial, de que na verdade ela tem 19 anos, e não 15 anos como foi amplamente divulgado nos meios de comunicação.

O delegado Celso Pacheco e a equipe que terminou com o sequestro marcaram uma entrevista coletiva para esta quarta-feira, às 10 horas, no Ciosp do Pacoval. 

Compartilhamentos