Compartilhamentos

A Polícia Civil vai analisar um vídeo que mostra o assassinato de Wellington da Silva Rodrigues, 17 anos, o “Kikão”, suspeito de tráfico de drogas. O crime ocorreu na tarde da quinta-feira, 20, na área de pontes conhecida como “Axé”, no Bairro Jesus de Nazaré. A morte teria ocorrido, segundo a Polícia Militar, numa disputa entre gangues de traficantes.

O vídeo, de 7 segundos, tem imagens muito fortes. Nelas, Kikão está deitado sobre uma passarela de madeira. Ele está sendo golpeado por um homem que parece ter uma faca ou um estoque em uma das mãos. Ele usa um boné e roupa preta. O vídeo foi gravado por um morador e se espalhou rapidamente pelas redes sociais. Kikão morreu ainda no local.

Kikão teria sido morto por rivais, segundo a PM

Kikão teria sido morto por rivais, segundo a PM

Segundo policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar que atenderam a ocorrência, o homicídio ocorreu devido a uma disputa de ponto de vendas de drogas do bairro. Além do homicídio, um homem e uma criança ficaram feridos, mas não correm risco de morte.

A disputa teria começado por volta das 2 horas da madrugada quando traficantes de outro bairro, de acordo com a PM, tentaram vender drogas no ponto que seria dominado por Kikão. Eles foram expulsos e voltaram às 13 horas promovendo a briga entre gangues. Kikão foi baleado e depois morto. “Eles brigaram por um ponto de tráfico de drogas. Um homem e um menino de 7 anos também ficaram feridos, mas eles estão bem e não possuem envolvimento com o tráfico”, explicou o sargento Victor Pontes, do 6ª Batalhão da PM.

De acordo com a polícia, outros traficantes fugiram, entre eles o “Patinho” e o “Taca”, que são procurados por tráfico de drogas. Um homem suspeito de cometer o assassinato também foi baleado na fuga e preso. Depois de atendimento no Hospital de Emergências de Macapá (HE) ele foi entregue no Ciosp do Pacoval. Policiais vão analisar se é ele mesmo que aparece no vídeo, já que as imagens não mostram muito o rosto do agressor.

 

Compartilhamentos