Compartilhamentos

Quando tantos problemas começam a nos atormentar com maior incidência, é a hora de pararmos e fazermos uma reflexão, uma auto avaliação. Por que tantos nos incomodam? Por que tudo nos irrita? Por que não conseguimos manter uma amizade? Por que tudo dá errado? Por que estamos cada vez mais sós? Seria o momento para pararmos de exigir mudanças nos outros e em tudo que nos cerca, e começarmos a promover mudanças em nós mesmos?

Para aproveitar melhor a vida, não espere se dar conta que aquilo que era rotina se transformou em lembrança. Também não permita que seu sonho seja menor que o seu medo. Quem é incapaz de avançar vira especialista em criar pretexto para transformar faísca em incêndio, transformando toda possibilidade em incredulidade. “Probleminha” é problema e tem de ser revolvido antes que se transforme em “problemão”.

“Probleminha” é problema e tem de ser revolvido antes que se transforme em “problemão”.

“Probleminha” é problema e tem de ser revolvido antes que se transforme em “problemão”.

Muitos problemas poderiam ser evitados se nossa iniciativa fosse maior que nosso comodismo. Há um jogo nesse nosso mundo: ou você influencia o que está em sua volta ou é influenciado. Não deixe o meio inóspito mudar o teu caráter, transforme-o pela força de suas convicções e do seu caráter. Não construa muros, edifique pontes em sua jornada. Não feche portas, abra janelas para a sua vida. Sua atitude pode transformar problemas em oportunidades ou vice-versa, está em suas mãos.

A verdadeira transformação e mudança que desejamos não se deve buscar de fora para dentro, mas de dentro para fora. As lágrimas de hoje regarão as vitórias do amanhã, porque o anteontem de depois de amanhã é o hoje, e não é à toa que ele é chamado de presente, use esse presente, que Deus tem te dado, para transformar o seu amanhã. Muitos não avançam porque vivem esperando o futuro pra serem felizes, sem mudar a rota do presente, ancorados em medos do passado. Vemos nossos cabelos brancos se multiplicarem, viramos a folhinha dos meses e nada muda, nossos sonhos vão ficando cada vez mais esquecidos, nossos projetos de felicidade vão sucumbindo um a um diante da nossa inércia, até virarem somente uma lembrança ancorada no comodismo.

E é aí que a “ficha cai” e percebemos quanto tempo perdemos esperando a mudança, sem compreender que somos nós mesmos que devemos promovê-las. Perdemos mais tempo sonhando e planejando, que buscando e é aí que reside a chave da verdadeira mudança: a iniciativa em buscar a felicidade. Nada melhor que sorrir, brincar, amar e ser amado. A felicidade está mais próximo de nós que imaginamos. Falta querer buscá-la.

A escolha entre conhecer ou não o caminho que conduz à verdadeira felicidade depende exclusivamente do nosso livre arbítrio. Nossa vida é muito efêmera para ser desperdiçada com sentimentos que ofusquem a beleza da essência do bom viver. Quem vive esperando o futuro pra ser feliz, perde a felicidade de cada momento da vida e do presente, preso às amarguras do passado e impedindo a felicidade do amanhã. É um engano ficarmos esperando que as coisas mudem sem que nossas atitudes mudem primeiro.

Compartilhamentos