Compartilhamentos

O Instituto de Meio Ambiente e Ornamento Territorial (Imap) vai investigar denúncia de uma invasão em uma Área de Proteção Ambiental (APA) localizada entre os Bairros Marabaixo II e III, na Zona Oeste de Macapá. De acordo com a denúncia, há pelo menos dois meses famílias abriram uma clareira na área e começaram a ocupar o local. Se o fato for comprovado, a situação pode ser considerada crime ambiental.

Placa oficializa o local como área de preservação

Placa da Sema oficializa o local como área de preservação

Fotos da área já estão no setor de fiscalização do Imap. Uma equipe de técnicos do órgão vai verificar a situação da área para comprovar se realmente trata-se de uma invasão. “Tomamos conhecimento da situação há pouco tempo, mas agora com uma denúncia formal, vamos começar as ações de fiscalização na área. Caso seja constatado o crime, o Batalhão Ambiental será chamado para fazer a retirada das casas”, explicou o diretor técnico do Imap, Jeferson Souza.

A denúncia recebida pelo Imap aponta que já são cerca de 10 casas dentro da área de preservação, que fica próximo à arena do Marabaixo III, um local que ainda estava intacto, mesmo com as invasões ocorridas na Zona Oeste nos últimos anos.

Área de possível invasão fica entre os bairros Marabaixo II e III

Área de possível invasão fica entre os bairros Marabaixo II e III

Uma situação parecida ocorreu este ano em uma área em frente ao Parque de Exposição da Fazendinha. Porém, por decisão judicial, os invasores foram retirados da área. Mas existem outras situações, como foi o caso do surgimento do Marabaixo IV há cerca de cinco anos. Tudo começou como uma invasão e hoje se consolidou com um bairro novo na cidade.

Compartilhamentos