Compartilhamentos

Um mototaxista foi morto com dois tiros no fim da manhã desta sexta-feira, 09, na esquina da Rua Tiradentes com a Avenida Antônio Coelho de Carvalho, no Centro de Macapá. A vítima, Paulo Messias da Silva Gemaque Rodrigues, de 31 anos, conhecido como Paulinho, teria discutido com um colega de profissão conhecido como “Nae”. A briga foi por causa de um passageiro. Testemunhas acreditam que a discussão tenha motivado o crime.

Segundo testemunhas, os dois teriam brigado por passageiro na semana passada

Segundo testemunhas, os dois teriam brigado por passageiro na semana passada

Uma testemunha contou que o acusado estava em uma moto legalizada e já chegou disparando. “Nós estávamos aqui no ponto. O Paulinho pegou uma corrida. Quando ele ligou a moto, o Nae chegou atirando. Não deu pra ver a placa, mas a moto que ele estava era legalizada”, detalhou Joelson Picanço, que também é mototaxista. A passageira que estava com a vítima na hora do crime não quis gravar entrevista.

Segundo o mototaxista João Dias, Paulinho teria prometido matar Nae depois de uma discussão ocorrida na semana passada. “Tudo começou por causa de uma passageira na semana passada. Eles discutiram e só não se agrediram porque os outros colegas não deixaram. Paulinho saiu na moto prometendo matar o Nae”, contou.

Paulo Rodrigues trabalhava como mototaxista desde abril de 2014, quando ganhou uma concessão de placa da Companhia de Transportes de Macapá (CTMac). Ele morava com mulher e filhos no bairro Renascer I, na Zona Norte de Macapá. Nae trabalhava mototaxista clandestino e fugiu em sua moto logo após o crime. Brigas entre mototaxistas por passageiros estão ficando cada vez mais comuns em Macapá.

Há dois meses um vídeo que circulou nas redes sociais mostrava dois mototaxistas clandestinos saindo no tapa na Avenida Tancredo Neves, no Bairro São Lázaro. Os dois caem no asfalto e chegam a atrapalhar o trânsito. Segundo relatos da época, o motivo também teria sido disputa por passageiro.

Curiosos depois do crime. O criminoso fugiu na própria moto

Curiosos depois do crime. O criminoso fugiu na própria moto. Fotos: Cássia Lima

Compartilhamentos