Compartilhamentos

Agentes da 2ª Delegacia de Santana prenderam nesta quinta-feira, 15, Joelson Santana da Silva, acusado de estelionato. Ele prometia empregos em órgãos do Governo do Estado e das prefeituras de Macapá e Santana em troca de pequenas quantias em dinheiro. Para impressionar as vítimas, Joelson usava até um falso veículo oficial. De acordo com a polícia, o acusado estava com mandado de prisão em aberto desde o 2º semestre de 2014.

Joelson também se passava por conselheiro tutelar

Joelson também se passava por conselheiro tutelar

A investigação, que foi conduzida pela delegada Luiza Maia, foi concluída depois que uma das vítimas reconheceu o estelionatário na manhã de hoje. “Nós já estávamos na busca do Joelson desde o ano passado, mas quando ele ficou sabendo do mandado de prisão fugiu do Estado. Hoje conseguimos encontrá-lo novamente e será encaminhado para o Iapen”, contou o agente de Adelson Gomes.

No momento da prisão, Joelson estava aplicando um novo golpe. Tinha acabado de receber R$ 300 de uma pessoa que queria um emprego na Prefeitura de Santana. Para convencer as pessoas, Joelson montava o cenário usando carros adesivados com a logo do Governo do Estado do Amapá. “Ele dizia para as vítimas que tinha contatos e que poderia conseguir cargos na Prefeitura de Santana. Mas para isso se concretizar precisava ‘molhar a mão’ de algumas pessoas. Depois sumia com o dinheiro”, acrescentou o agente.

As investigações apontam que Joelson também se passava por conselheiro Tutelar e comissário da Vara da Infância e juventude. “Conseguimos apurar que ele chegou a encaminhado dois menores para a Delegacia de Investigação de Crimes Infracionais (Deiai). Tudo montando para comprovar a sua ligação com o Judiciário. Depois desse teatro ele voltou para aplicar o golpe em umas pessoas que observaram a ação”, explicou Adelson.

Como a lista de crimes é grande, a delegacia continua em busca de outras vítimas divulgando a foto do estelionatário.

 

Compartilhamentos