Compartilhamentos

A polícia ainda não sabe o aconteceu com o gerente de um posto de combustível, localizado próximo ao Terminal Rodoviário do Município de Laranjal do Jarí, a 275 quilômetros de Macapá. Jorge Luiz Soares, de 55 anos, foi encontrado morto em um quarto que na parte de trás do posto. Uma multidão de curiosos se aglomerou no local (foto acima). No primeiro momento a Polícia Civil acredita que ele tenha sido torturado e morto. Depois tentaram colocar fogo no quarto onde ele estava. Os motivos ainda não são conhecidos.

O corpo foi encontrado por volta das 9 horas da manhã desta sexta-feira, 30, por uma auxiliar de escritório que trabalha ao lado do posto de combustível. No local a polícia encontrou uma corda, fios elétricos, cinzas e outros objetos que apontam para execução ou latrocínio.

PRF fez barreiras nas rodovias federais para encontrar Roseane

PRF fez barreiras nas rodovias federais para encontrar Roseane

Segundo testemunhas, a frentista do posto, identificada como Roseane Moreira, foi a primeira pessoa a encontrar o corpo. Logo em seguida desapareceu. A Polícia Rodoviária Federal montou barreiras nas BRs 156 e 210, numa tentativa de encontrar a moça, que pode estar se descolando pelas rodovias federais.

Algumas pessoas informaram que Jorge foi visto pela última vez no início da manhã. Roseane é a chave do mistério. Para a polícia, ela pode ser a assassina ou refém do assassino. “A polícia trabalha com essas duas hipóteses, mas só quando ela for encontrada é que tudo será esclarecido”, disse um inspetor da PRF. 

Compartilhamentos