Compartilhamentos

A frentista Roseane Moreira Farias, que estava sendo procurada pela polícia por ser a chave do assassinato do gerente de um posto de combustível em Laranjal do Jari, foi encontrada morta com um tiro na cabeça em um ramal próximo a cidade de Laranjal.

PRF fez barreiras nas rodovias federais para encontrar Roseane

Roseane foi encontrada num ramal próximo à cidade

De acordo com a polícia, Roseane foi morta porque presenciou o assassinato do gerente do posto Jorge Luis Soares, de 52 anos. Jorge foi torturado e morto. Os bandidos ainda tocaram fogo no corpo dele que ficou parcialmente queimado. O crime aconteceu no início da manhã de sexta, 30.

A Polícia Civil acredita em acerto de contas, já que a renda do posto e uma arma de fogo, que seria da vítima, não foram levados. A violência usada contra a vítima chamou atenção da polícia. Já com relação a Roseane, a polícia diz que ela chegou na hora em que os bandidos estavam matando o gerente e acabou sendo levada por eles. Como eles não queriam testemunhas mataram a frentista.

Compartilhamentos