Compartilhamentos

O Instituto de Defesa do Consumidor no Amapá (Procon) divulgou o resultado de uma pesquisa de preços de pelo menos 50 itens de material escolar realizada entre os dias 14 e 16 deste mês nas principais lojas do ramo de Macapá e Santana. O objetivo da pesquisa é auxiliar na economia do amapaense e coibir práticas abusivas por parte dos comerciantes. Os pesquisadores encontraram produtos que variam em até 600% de uma loja para outra.

De acordo com Renilda Costa, diretora-interina do Procon, a pesquisa é apenas mais uma das ferramentas que o consumidor pode usar para proteger seu bolso. “O Procon realiza semestralmente a pesquisa de preços que serve não só para coibir os abusos, mas também para auxiliar o consumidor na escolha da loja e da marca dos produtos. Mas na corrida para gastar menos, vale também que o consumidor recorra a outras medidas, como por exemplo, se unir a outros pais para aumentar o volume da compra e consequentemente o percentual de descontos”, exemplificou a diretora. 

Entre as variações de preço nas lojas de Macapá e Santana, a tabela mostra que os produtos chegam a ser superiores a 500% de uma loja para outra, como é o caso do apontador Tris, que em uma loja custa R$ 0,10, e em outra custa R$ 0,70, uma diferença de 600%.  

Renilda também destaca que a pesquisa realizada é apenas informativa. “Os dados só serão utilizados como parâmetros comparativos de preços a partir de pesquisa que será realizada em julho de 2015”, disse a diretora. Em caso de abusos o consumir pode efetuar a denúncia por meio do seguinte telefone: (96) 3312-1023.

Confira os preços dos itens pesquisados pelo Procon no link abaixo:

http://www.agenciaamapa.com.br/noticia/40325/ 

 

Compartilhamentos