Compartilhamentos

A apreensão do adolescente conhecido como “Samurai”, de 17 anos, no fim da noite da quarta-feira, 21, revelou a existência de uma disputa por territórios entre assaltantes e traficantes de drogas na comunidade chamada de “Ponte do Baleia”, no Bairro São Lázaro, Zona Norte de Macapá. A apreensão ocorreu depois de um assalto.

Policiais do Segundo BPM localizaram Samurai antes dos bandidos rivais

Policiais do Segundo BPM localizaram Samurai antes dos bandidos rivais. Fotos: Jair Zemberg

 

Samurai foi detido junto com Alan Cordeiro Lacerda, de 19 anos. Por volta das 21 horas, eles invadiram um mercantil na Ponte do Baleia, que na verdade é o fim da Rua Emílio Médice. Os dois fugiram em uma moto levando dinheiro do caixa, só que Samurai teria assaltado em território inimigo. “Tem uma guerra declarada entre facções, e Samurai não respeitou o território dominado por outros bandidos”, comentou um policial. Na mesma Ponte do Baleia, na semana passa, policiais fizeram o cerco e trocaram tiros com bandidos que mesmo feridos conseguiram escapar. 

Bandidos já estavam atrás de Samurai, mas ele acabou sendo encontrado primeiro por policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar, por volta das 23 horas. Na casa onde os dois estavam escondidos os policiais encontraram o dinheiro e uma moto com placa clonada. Ambos foram reconhecidos pelo comerciante como os bandidos que efetuaram o roubo.

Moto com placa clonada usada pela dupla

Moto com placa clonada usada pela dupla

Daqui a 14 dias, Samurai completa 18 anos, mas já é considerado um bandido de altíssima periculosidade. Segundo a PM, ele vinha realizando pelo menos dois roubos por semana na Zona Norte. Samurai foi levado para a Delegacia de Atos Infracionais e Alan para o Ciosp do Pacoval. A 

Compartilhamentos