Compartilhamentos

Ocorreu na tarde desta quarta-feira, 21, o repasse de R$ 4,12 milhões do Governo do Estado que vai garantir a realização do Carnaval Amapaense este ano. O dinheiro foi dividido entre a Liga das Escolas de Samba, que levou R$ 2,5 milhões; a coordenação da Banda, que ficou com R$ 150 mil; e  R$ 958 mil para os blocos.

Luiz Mota: carnaval garantido

Luiz Mota: carnaval garantido

Segundo o secretário de Cultura, Disney Silva, o repasse ocorreu depois de um estudo nas finanças do Estado. “Desde a primeira reunião com as entidades informamos que tínhamos um orçamento prejudicado, mas que iríamos atender a todos sem deixar ninguém de fora”, explicou o secretário.

Para o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesap), Luiz Mota, o repasse foi o acertado em reuniões. “Nós pedimos R$ 4,5 milhões, mas desde o início fomos informados das condições do Estado e aceitamos a proposta do governo. Agora vamos continuar o cronograma e o carnaval será um dos mais belos dos últimos anos”, acredita Mota.

Para o fundador da Banda, José Figueiredo de Sousa, o repasse de R$ 150 mil é o suficiente para manter a tradição do maior bloco de rua do Amapá. “Esse recurso vai garantir a diversão dos brincantes que há 50 anos frequentam a Banda. Essa é uma forma de valorizar esse marco, que já faz parte da história do Amapá”, afirmou Figueiredo.

 

Compartilhamentos