Compartilhamentos

Um bandido procurado por assalto, homicídio e estupro, entre outros crimes, morreu na manhã deste sábado, 28, quando era perseguido por uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Os policiais afirmam que ele disparou várias vezes contra a guarnição.

Reginaldo Gomes Coutinho, de 31 anos, foi cercado pelas equipes na Linha B do polo agrícola do KM-9, próximo à Rodovia Duca Serra, por volta das 7 horas da manhã. Ele correu para dentro do mato disparando contra os policiais que não foram atingidos, informou o sargento Kleber, que comandou a prisão.

Reginaldo foi atingido várias vezes e morreu a caminho do Hospital de Emergência de Macapá. Ele era suspeito de ter assaltado uma residência na Linha H, no mesmo polo agrícola no fim de semana passado. Ele teria agido na companhia de outros dois bandidos identificados como “Nenê” e “Zaul”, que ainda não foram localizados.  

A lista de crimes atribuídos a Reginaldo é gigantesca, e inclui assalto seguido de estupro, o chamado “crime majorado”.  Sempre que tinha oportunidade ele gostava de abusar sexualmente das vítimas. “Ele era de um comportamento de alta periculosidade, demonstrado pela própria reação dele ao atirar nos policiais. Felizmente estamos preparados para qualquer ocorrência”, assegurou o sargento, que foram até o Ciosp do Pacoval registrar o boletim policial.  

Ao todo, Reginaldo tinha quatro mandados de prisão.

Compartilhamentos