Compartilhamentos

Morreu nesta quinta-feira, 26, Francisco Paulino Rodrigues, de 65 anos, conhecido carinhosamente como “Pescador Palhaço”, vítima de um infarto fulminante. Ele passou mal quando fazia a matrícula de uma filha na Universidade Estadual do Amapá (UEAP). Foi levado ao hospital, mas não resistiu.

Em nota de pesar, a Prefeitura de Macapá diz que Francisco Paulino era delegado e conselheiro do Congresso do Povo, onde exercia papel importante nos espaços deliberativos, sendo incansável na busca dos benefícios para o bairro Sol Nascente, de onde era representante.

Nascido em Oiapoque, Pescador Palhaço deixa esposa, seis filhos (quatro biológicos, uma adotiva e uma enteada) e três netos. Há 13 anos não exercia o trabalho de pescador, mas sua experiência de mais de 20 anos no mar rendeu muitas histórias, que ele não perdia a oportunidade de contar, algumas vezes demonstrando emoção.

O corpo está sendo velado na Capela Santa Maria, localizada na Rua Hamilton Silva, Bairro Santa Rita. O sepultamento ocorre às 9 horas desta sexta-feira, 27, no cemitério São José, Bairro Buritizal.

Foto: Marcia do Carmo

 

Compartilhamentos