Compartilhamentos

A Polícia Militar prendeu 3 homens acusados de incendiar uma escola municipal no Bairro Jardim Felicidade I, Zona Norte de Macapá, na manhã de domingo, 15. Eles trabalhavam para a Império da Zona Norte, escola de samba que usou o colégio como ateliê de fantasias, mas que pode ser impedida de fazer isso no ano que vem.

A escola municipal é grande, e fica na Avenida Sebastião Queiroz Alcântara, próximo à Feira do Produtor. O incêndio começou por volta das 6h40min, depois que o vigilante deixou o posto. O guarda municipal que deveria substituí-lo não apareceu para trabalhar.

Bombeiros foram rápidos e impediram que o fogo se alastrasse. Fotos: CBM

Bombeiros foram rápidos e impediram que o fogo se alastrasse. Fotos: CBM

Vizinhos que viram a fumaça acionaram o Corpo de Bombeiros. A equipe rapidamente controlou o incêndio impedindo que ele se alastrasse por toda a escola. Contudo, duas salas de aula que funcionavam como ateliês de costura foram destruídas.

Segundo a polícia, horas antes do incêndio três homens tinham discutido com um diretor da Império da Zona Norte sobre pagamentos atrasados. Durante a confusão mobílias da escola chegaram a ser quebradas.  Depois do incêndio, os três foram presos. Daniel Benedito Farias Ferreira, de 20 anos, e Rodrigo Pantoja da Silva, de 19 anos, além de um menor de 16 anos, foram autuados em flagrante.

Imagens do circuito interno da escola mostram a participação dos três. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) calculou o prejuízo em R$ 60 mil, e avalia se irá responsabilizar judicialmente a Império da Zona Norte pelos estragos. Além disso, a agremiação pode ser impedida de voltar a utilizar os espaços da escola no ano que vem. 

Compartilhamentos