Compartilhamentos

O modelo amapaense Rarison Ricardo Miranda Vitória, de 26 anos, que está em coma há 16 meses depois de um acidente de trânsito, vai voltar para o Amapá. A informação foi dada pela própria família, que está realizando uma série de adaptações em um dos quartos da casa, que fica no município de Santana, para receber o rapaz.

Rarison ainda está na Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, mas recebeu alta no dia 24 de fevereiro. O quarto que vai receber o modelo está virando uma mini UTI, já que ele ainda continua em coma. O retorno pra casa faz parte do tratamento. Segundo os médicos, isso vai evitar que Rarison volte a adquirir doenças causadas por bactérias hospitalares.

Balada solidária acontece no dia 18 deste mês em Santana

Balada solidária acontece no dia 18 deste mês em Santana

Segundo a família, o quadro de saúde do modelo é estável. “Ele não tem mais as bactérias que adquiriu dentro do hospital de BH. Voltou a respirar sem a ajuda de aparelhos, o que nos garantiu a chance de retorno pra casa. Ele vai continuar o tratamento neurológico em Macapá com o médico Alejandro Cadena, um dos melhores neurologistas do Brasil”, explicou a tia do modelo, Barbara Miranda.

Quarto que será adaptado para a chegada de Raryson

Quarto que será adaptado para a chegada de Rarison

Rarison sofreu traumatismo craniano grave em um acidente de trânsito

Rarison sofreu traumatismo craniano grave em um acidente de trânsito

Mas o processo de transferência não será fácil. A família terá que mobiliar a UTI domiciliar com equipamentos neurológicos e um leito especial. Por enquanto o quarto só tem a parte de acessibilidade. Mas faltam os equipamentos. A transferência em uma UTI aérea será realizada através de uma parceria entre a Santa Casa de Misericórdia e o governo do Amapá. Mas por enquanto não houve nenhuma sinalização sobre o dia da chegada de Rarison ao Amapá. “Os equipamentos para a UTI domiciliar devem ser adquiridos em uma parceria entre o governo do Estado e a prefeitura de Santana, mas ainda estamos aguardando respostas. Enquanto isso, estamos realizando mais um festa solidária para arrecadar dinheiro para o tratamento domiciliar. Esse tratamento vai precisar contar com uma série de profissionais como enfermeiro, nutricionista, fisioterapeuta, clínico geral e psicólogo”, acrescentou Barbara.

A 2ª festa solidária, #UnidosPeloRarison, vai acontecer na próxima quarta-feira, 18, véspera do feriado de São José. O evento será em uma casa de shows em Santana. Mais informações sobre a festa estão sendo repassadas pelos telefones: 99183-0080 ou 98112-3436. As pulseiras estão sendo vendidas a R$ 20 (pista); R$ 30 (vip) e R$ 300 o camarote.

 

Compartilhamentos