Compartilhamentos

A Defesa Civil Estadual vai emitir nesta sexta-feira, 13, um “alerta de cheia” para o período de 18 a 25 março. Rios como Amazonas, Araguari e Jari podem chegar a níveis críticos por causa do Oceano Atlântico que vai subir até 3,5 metros “represando” rios. O fenômeno pode causar inundações em Macapá (incluindo o Bailique), Laranjal do Jari, Santana, Itaubal e Oiapoque.

Segundo a previsão, a maior “tábua de maré” do ano será ocasionada por dois fenômenos naturais. “Na semana indicada acontecerá o Equinócio de Primavera, chamado também de Equinócio das Águas que é caracterizado quando o dia e a noite tem a mesma duração. Um momento conhecido pelas comunidades ribeirinhas pelas cheias. Somado a isso ocorrerá também à presença de uma lua nova, que tem grande influencia nas marés”, explicou o secretário da Defesa Civil Estadual, coronel Janary Picanço.

Laranjal do Jari em 2010

Laranjal do Jari em 2010

Com o alerta, a Defesa Civil espera ajudar comunidades ribeirinhas a se preparar para alagamentos. “Nós vamos emitir um alerta para todas as comunidades, e ficaremos de prontidão em duas frentes: uma no Bailique para ajudar no controle do processo de terra caída que atinge a região, e na região da Praia do Goiabal,  por conta da grande influência do Oceano Atlântico no local”, acrescentou o coronel.

Além dessas frentes de controle, as equipes estarão em alerta para outras regiões que também podem ser atingidas pela força da maré. Em Macapá e Santana, o alerta será emitido para os moradores da orla de ambos os municípios, assim como para o centro comercial. A principal preocupação é com os canais que cortam as cidades e possuem ligação direta com o Rio Amazonas.

Reportagem: Anderson Calandrini

Compartilhamentos