Compartilhamentos

O desembargador Carlos Tork, de 52 anos, assumiu a presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá e vai comandar as eleições do ano que vem. A posse foi realizada na noite de sexta-feira, 13, no plenário do TRE. O novo presidente disse que vai trabalhar para manter a Justiça Eleitoral do Estado entre as mais eficientes do país.

Além dele, a desembargadora Stella Ramos assumiu a vice-Presidência e Corregedoria Geral do TRE. “É com grande satisfação e senso de responsabilidade que recebo a missão de dirigir o TRE do Amapá pelos próximos dois anos, dando seguimento ao profícuo trabalho realizado pelos presidentes que me antecederam, em especial pelo meu antecessor mais imediato, o desembargador Raimundo Vales. Trabalharei com honradez para eleições cada vez mais limpas, disputadas entre candidatos íntegros e capazes de representar com compromisso e responsabilidade os anseios do povo brasileiro”, finalizou o presidente do TRE.

Posse realizada no plenário  do TRE. Fotos: Elton Tavares/Ascom

Posse realizada no plenário do TRE. Fotos: Elton Tavares/Ascom

 

O desembargador Carlos Tork é amapaense, tem 52 anos, foi servidor do INCRA e do então Território Federal do Amapá. É advogado, inscrito na OAB-AP desde 1987, entidade que também presidiu. Durante 27 anos advogou searas criminal, cível e trabalhista.

Tork foi empossado como desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá no dia 4 de abril de 2014, depois de ter sido um dos mais votados pela OAB. Foi incluído na lista sêxtupla encaminhado ao Tjap e ficou na lista de três nomes enviada ao então governador Camilo Capiberibe (PSB) que o escolheu para assumir a vaga. 

Compartilhamentos