Compartilhamentos

Mais de 150 mil moradores da Zona Norte de Macapá viveram um domingo de cão. A segunda fase da conexão ao Sistema Interligado Nacional (SIN) acabou gerando transtornos para os bairros dessa área da cidade. A previsão era que o restabelecimento da energia acontecesse às 17 horas, mas o prazo não foi cumprido. À noite os moradores fizeram protestos para reclamar da situação. Nesta segunda-feira, 30, a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) divulgou uma nota de esclarecimento sobre o assunto. Abaixo a íntegra da nota.

 

CEA esclarece a falta de energia na Zona Norte de Macapá

A Companhia de Eletricidade do Amapá informa que houve atraso na obra de conexão ao Sistema Nacional interligado (SIN), programado para a Zona Norte de Macapá, ontem, 29. O atraso foi ocasionado por problemas nos cabos de fibra óptica, danificados por atos de vandalismo.

O fornecimento foi restabelecido às 23 horas. Entretanto, ocorreram problemas isolados nos alimentadores Maruanum e Infraero o que ocasionou novas interrupções no fornecimento de energia elétrica.

A CEA pede aos consumidores, compreensão em relação aos desligamentos e afirma, que a partir de hoje a população já recebe energia mais estável e com menos variações de tensão.

Na oportunidade, a companhia agradece aos 120 trabalhadores que dedicaram todo seu empenho na resolução dos problemas. E reforça que continua trabalhando para aumentar a segurança e qualidade do fornecimento de energia elétrica para todo o Estado do Amapá.

A Diretoria.

Compartilhamentos