Compartilhamentos

O advogado Camilo

Camilo Capiberibe

O ex-governador Camilo Capiberibe (PSB) atravessa uma nova fase. Tem se dividido entre o planejamento estratégico do PSB nacional para os próximos 3 anos e a montagem de seu escritório de advocacia em Macapá.

A ressureição do PL

Eider Pena - Autor do projeto

O Partido Liberal (PL) está de volta. A legenda estava desativada, mas já teve seu processo de reconhecimento concluído no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 9 estados, incluindo o Amapá. Um dos principais articuladores da volta da legenda é o presidente da Companhia Docas de Santana, e ex-deputado estadual, Eider Pena, atual presidente do PSD. “As duas legendas serão parceiras”, adianta ele. O próximo passo é organizar o processo de escolha da direção do partido no Estado. Eider diz que permanecerá no PSD, mesmo partido de Lucas Barreto.

O apoio de Acácio

Acácio Favacho

O presidente da Câmara de Vereadores de Macapá, Acácio Favacho (PMDB), deve apoiar o projeto de reeleição do prefeito Clécio Luis (Psol) e olha mais além: o plano é a Câmara Federal em 2018. Antes, é claro, vai focar em sua própria reeleição.

Relações congeladas

Relação entre o governador Waldez Góes (PDT) e o presidente da Assembleia Legislativa, Moisés Souza (PSC), não está em seus melhores dias.

Aliados de olho na PMM

Aliados do governo devem virar adversários a partir do fim do ano para ver quem terá apoio de Waldez numa candidatura à prefeitura de Macapá. No páreo estão Gilvam Borges (PMDB) e Michel JK (PSDB).

Desespero na nefrologia

Secretário de Saúde do Estado, Pedro Leite, ainda não acertou a mão quando o assunto é o setor de nefrologia, que funciona no Hcal. Claro que é cedo pra resolver todos os problemas, mas o difícil é dizer isso para quem tem filho ou outro parente que depende de hemodiálise para continuar vivendo. Não há máquinas suficientes para todos os pacientes. E tem dias em que o desespero toma conta. O serviço é prestado por uma empresa chamada Equinócio Hospitalar.

Hemoap

E adianta fazer campanha? O Hemoap vive fazendo, mas no último fim de semana suspendeu as doações por falta de material para testes de sorologia. Situação deve ser normalizada só no meio desta semana.

Medicamentos

clecio

R$ 27 milhões. Esse é o tamanho da compra de medicamentos que a prefeitura de Macapá está prestes a concluir. Empenho no valor de R$ 8,3 milhões será entregue nesta terça-feira, 24, aos fornecedores que venceram licitação. A quantidade de remédios é o suficiente para abastecer todas as unidades pelo próximos seis meses.

Compartilhamentos