Compartilhamentos

Uma mulher foi presa na manhã deste sábado, 14, por entrar com drogas no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). Ela carregava dentro da vagina um pacote com cerca de 500 gramas de maconha que ela entregaria para o filho, preso no chamado Pavilhão F-3, um bloco de onde ficam presos já condenados pela Justiça.

Com medo do raio-x, a própria visitante retirou a droga de dentro da vagina

Com medo do raio-x, a própria visitante retirou a droga de dentro da vagina

O flagrante aconteceu durante a revista dos visitantes. Os agentes desconfiaram do nervosismo de Maria Eriedina dos Santos Duarte. “Dissemos que ela seria levada para o Hospital de Emergência onde seria submetida a um raio-x. Se tivesse um objeto estranho ele aparecia no exame”, explicou o agente penitenciário Arlin Picanço.

Pressionada, foi a própria Maria Eriedina quem resolveu retirar o pacote do interior da vagina. Os agentes acreditam que pelo tamanho do pacote, Marlon de Jesus Duarte Lima, o filho, ia comercializar a droga entre os presos. Marlon cumpre pena por homicídio.

Maria Eriedina foi levada para o Ciosp do Pacoval onde foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.  Os agentes dizem que é comum mulheres serem flagradas carregando objetos proibidos dentro do órgão genital, principalmente celulares e drogas. 

Compartilhamentos