Compartilhamentos

A Delegacia de Investigação em Atos Infracionais (Deiai), apura a participação de dois menores de idade em um estupro ocorrido na madrugada da última segunda-feira, 23, no Bairro do Laguinho.  Os dois adolescentes, de 15 e 17 anos, estão sendo acusados de roubar e estuprar uma mulher de 26 anos na residência dela.  Apesar de negarem, eles foram apreendidos. Um deles ainda foi encontrado usando o celular da vítima.

De acordo com o Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes), os menores entraram na casa da mulher, no Bairro do Laguinho, por volta de 3 horas da madrugada de segunda-feira, 23. Na residência, eles teriam roubado o celular da vítima e a estuprado em frente à filha dela de 4 anos de idade. Na denúncia consta que a criança também chegou a ser agredida com tapas e empurrões.

Menores continuam detidos na Deiai

Menores continuam detidos na Deiai. Foto/Arquivo

Os menores foram apreendidos na segunda-feira quando foram reconhecidos pela própria vítima na Rua Eliezer Levy, no mesmo bairro. Um deles ainda foi encontrado com o celular da mulher. “Eles negam que tenham estuprado a mulher, mas admitem que realizaram o roubo. Só que pelo depoimento da vítima suspeitamos que tenha ocorrido o estupro. Vamos esperar o laudo”, disse o delegado de Investigações de Atos Infracionais, Ronaldo Entringe, que investiga o caso.

Até às 11 horas desta terça-feira, 24, os dois adolescentes aguardavam decisão da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Macapá para serem transferidos para o Centro de Internação Provisória (CIP).

* Foto de capa dos menores algemados cedida pela Deiai

 

Compartilhamentos