Compartilhamentos

A ponte do Carnot, na BR-156, município de Calçoene, continua interditada pelos moradores do Distrito. A Polícia Rodoviária Federal enviou para o local duas equipes, sendo uma de Macapá e outra de Oiapoque para negociar a desobstrução da estrada. Por enquanto, os moradores estão deixando passar apenas veículos em situação de emergência, como ambulâncias e viaturas policiais.

Os moradores do Carnot reclamam que estão há vários dias sem energia elétrica por conta de uma pane no motor gerador. Um morador do Distrito disse por telefone que a comunidade tentou de todas as formas conseguir do governo uma solução para o problema, mas nada foi feito. “Sem energia elétrica estamos sofrendo. Esse gerador já é antigo e precisa ser trocado o mais breve possível”, afirma o morador, ressaltando que a interdição da ponte foi a maneira que os moradores encontraram para chamar atenção do poder público. “Só vamos liberar a estrada quando tivermos uma informação positiva do governo”.

O governo do Estado informou que a Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims) é responsável apenas pelo abastecimento de combustível para as comunidades rurais. Já o motor gerador é de responsabilidade da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). SelesNafes,Com tentou contato com a assessoria de comunicação da companhia, mas não foi possível.

A Polícia Rodoviária Federal pretende acionar a Controladoria Geral da União (CGU) para tome providências judiciais no caso da negociação não avançar no sentido da liberação da estrada. Nesta segunda-feira, 02, 43 novos policiais rodoviários foram incorporados à PRF no Amapá, oriundos do último concurso público realizado pela PRF. Esses policiais já poderão atuar em caso de uma retirada patrocinada por ação judicial.

Compartilhamentos