Compartilhamentos

Uma equipe da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Decipe), comandada pelo delegado Ronaldo Coelho, apreendeu duas armas, entre elas um fuzil de fabricação tcheca, em uma comunidade na zona rural de Macapá, na manhã desta sexta-feira, 20. Os policiais foram avisados por moradores da região que relataram ter visto homens ostentando armas de grosso calibre.

A polícia prefere, por enquanto, não revelar a localidade onde a apreensão ocorreu para não atrapalhar as investigações. As primeiras denúncias foram feitas há alguns dias e levaram os policiais a investigar o caso suspeitando que se tratavam de armas contrabandeadas.

Além das armas,  policiais encontraram munição de outros calibres

Além das armas, policiais encontraram munição de outros calibres

Nesta sexta-feira, uma informação anônima levou a equipe até um sítio onde os policiais encontraram uma espingarda calibre 12, de fabricação nacional, e um fuzil tcheco 222. Apenas um caseiro estava no sítio, mas ele não foi preso. “Para nós não interessa prender caseiro. Ele informou que o dono das armas é o dono da casa que ainda estamos procurando”, explicou o delegado.

Esta foi a terceira apreensão de armas ilegais este mês, em operações isoladas das polícias Civil, Militar e Federal. O delegado Ronaldo Coelho ainda não sabe para que as armas apreendidas no sítio seriam usadas, mas nenhuma possibilidade é descartada. “Ainda não temos notícias de crimes onde fuzis foram utilizados, mas se uma arma dessas cai nas mãos da bandidagem não se pode prever o que vai acontecer. Estamos vivendo um momento em que várias armas ilegais já apreendidas”, ponderou.

O delegado abriu um inquérito para apurar a origem das armas que ainda serão periciadas. Além delas, a equipe também encontrou munições de outros calibres.

Compartilhamentos