Compartilhamentos

Dois policiais numa viatura do 6º Batalhão da Polícia Militar desmontaram uma boca de fumo macabra na madrugada desta terça-feira, 10, no Bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Macapá. No lugar, além de drogas, a polícia encontrou muitos objetos supostamente usados em rituais de magia negra, incluindo estátuas de demônios e uma réplica de caixão com ossos.

Ao todo foram encontrados 38 cabeças de crack. Fotos: Jair Zemberg

Ao todo foram encontrados 38 cabeças de crack. Fotos: Jair Zemberg

A viatura estava passando na Rua Padre Vitório Gallianni quando os policiais viram quatro homens suspeitos em frente a uma casa. Quando a viatura voltou eles correram, mas três deles foram alcançados por um sargento e um soldado.  O que fugiu foi José Elienay Dias, o “Gordo”, que já é procurado por tráfico de drogas e roubo e tem mandados de prisão.

Velas, punhais e outros amuletos

Velas, punhais e outros amuletos

Foram presos Tiago William Martins de Souza, de 21 anos, e Leandro Ferreira Chaves, de 20 anos, além de um menor de 17 anos.  Ao entrar no lugar, os policiais descobriram que se tratava de um lugar preparado para rituais macabros.

Dentro de um quarto onde as cerimônias ocorriam, havia muitas imagens, um delas de Satanás com um tridente. Havia também uma estátua das entidades conhecidas como Exu Caveira e do “Índio Shoroque”, chamado de “Caboclo do Mato”, além de punhais, velas negras e amuletos. O que mais chamou a atenção dos policiais foi a réplica de um caixão com pedaços do que parece ser um fêmur humano, o osso da coxa.  Foram encontradas ainda muitas fotos de pessoas, possivelmente alvos de “trabalhos”.

Ossos serão periciais pela Politec

Ossos serão periciais pela Politec

Os presos e o material foram levados para o Ciosp do Pacoval. Os ossos serão periciados pela Polícia Técnica para saber se são mesmo de restos humanos.  

Compartilhamentos