Compartilhamentos

Uma operação realizada durante toda a madrugada desta quinta-feira, 19, em Macapá, resultou na apreensão de um carro com placas falsas. A numeração do chassi revelou que o veículo, na verdade, é originário do município de Ilhéus, na Bahia. O “dono” foi levado para prestar depoimento no Ciosp do Pacoval.

A operação “Intensidade” começou no fim da noite e percorreu os bairros Santa Rita, Buritizal, Jardim Marco Zero e Zerão. Por volta das 3 horas da manhã, no fim da Avenida Lua, no Bairro Jardim Marco Zero, local onde começa uma área de pontes, policiais do 1º Batalhão da PM avistaram um Gol preto aparentando ser bastante usado, mas que tinha as placas bem novas. Foi o suficiente para os PMs desconfiarem da procedência do veículo.

Com uma enorme caixa de som no porta malas. veículo foi apreendido. Fotos e reportagem: Jair Zemberg

Com uma enorme caixa de som no porta malas. veículo foi apreendido. Fotos e reportagem: Jair Zemberg

As equipes entraram nas pontes e começaram a perguntar aos moradores quem era o proprietário do veículo. Ninguém assumia, até que um policial teve a ideia de fazer uma pegadinha. Passaram a dizer que precisam localizar o dono do Gol porque o veículo estava com os vidros quebrados.

Rapidamente um homem se apresentou como dono. Ao ser indagado sobre a origem do veículo, ele disse que pagou R$ 2,5 mil pelo carro e que receberia os documentos assim que terminasse de pagar a dívida.

Os policiais não acreditaram e decidiram pesquisar a numeração das placas. Pelo número, as placas pertencem a outro Gol. Já o número do chassi revelou que o carro pertence ao estado da Bahia, levantando a forte suspeita de que o carro foi roubado no Nordeste.

O caso será repassado para a Polícia Civil que deve comunicar o caso ao Detran da Bahia. O suposto dono terá que dar novas explicações no decorrer do inquérito.

Compartilhamentos