Compartilhamentos

Moradores do Bairro Pantanal, na Zona Norte de Macapá, tomaram um susto na manhã de domingo, 8, ao passar pela “Lagoa do Pacoval”: a água estava negra, resultado de uma enxurrada de piche que desceu de uma rua que está sendo asfaltada pela prefeitura de Macapá.

Rua Benedito Rodrigues Ferreira está sendo asfaltada pela PMM

Rua Benedito Rodrigues Ferreira está sendo asfaltada pela PMM. Fotos: Silvana Ubaiara

Com o surgimento de novos bairros, a Lagoa do Pacoval, rica em biodiversidade, ficou encravada entre os bairros Pantanal e Pacoval, e já vem sofrendo há algum tempo com a pressão das invasões e a poluição causada pelo lixo.

Vala por onde o piche escoou

Vala por onde o piche escoou

O piche, produto que prepara o chão para o asfaltamento, estava espalhado pela Rua Benedito Rodrigues Ferreira. A obra faz parte da construção do prolongamento da Rodovia do Pacoval, obra considerada essencial para desafogar o trânsito na Zona Norte, e que inclue a urbanização de ruas do Pantanal e do Renascer.

Piche pintou de preto a paisagem antes só verde

Piche pintou de preto a paisagem antes só verde

O que os engenheiros não contavam era que o piche fosse descer com a chuva e cair direto na lagoa, pintando de preto a paisagem. A cena é assustadora. “Não vai demorar para que os peixes comecem a aparecer mortos”, diz uma moradora.

Uma equipe do Batalhão Ambiental esteve na área ainda de manhã chamada por moradores. Não foi possível contato com o batalhão. O secretário de Obras de Macapá, Rogério Cardozo, analisou as fotos e admitiu a possibilidade de o material realmente ter escorrido para dentro da lagoa. 

“Parece que foi isso mesmo que ocorreu. Vou mandar um fiscal da obra na segunda de manhã. Se for constatado que houve falha técnica nós vamos notificar a empresa a tomar as providência. Como o material é derivado do petróleo ele fica em suspensão, não se dilui na água. É possível fazer o bombeamento para fora da lagoa”, garantiu o secretário.  

Compartilhamentos