Compartilhamentos

Depois de dois anos de mandato, o prefeito de Macapá, Clécio Luís (Psol) começou a cumprir uma promessa de campanha: a construção de creches. Na manhã desta segunda-feira, 9, na comunidade Cuba de Asfalto, Bairro Novo Buritizal, Zona Sul, a prefeitura deu início às obras da primeira de uma série de 10 creches que, estima-se, estejam prontas até o fim do ano.

A primeira creche será construída na Avenida Reinaldo Damasceno, com capacidade para 240 crianças. A previsão de entrega é de 190 dias. Com o início das obras mais de dois anos depois do início da atual gestão, a prefeitura admite que teve problemas para iniciar a construção. Os projetos foram aprovados em 2013, mas o governo federal não tinha feito o repasse de recursos. “Era pra esse valor ter sido repassado em 2014, mas por ser um ano eleitoral só agora estamos recebendo esse recurso de R$ 1,8 milhão para esta primeira creche”, justificou o prefeito Clécio Luís.

Solenidade de lançamento da obra da primeira creche a ser construída pela prefeitura

Solenidade de lançamento da obra da primeira creche a ser construída pela prefeitura

A creche deverá atender crianças de 1 a 5 anos dos bairros do Buritizal, Novo Buritizal, Nova Esperança, Congós e também os moradores do conjunto habitacional “Açucena”, que está sendo erguido em frente às obras da creche. O projeto, aprovado nos padrões de acessibilidade do Ministério da Educação (MEC), ainda prevê a construção de um “fraudário”, praça de alimentação, salas administrativas, 9 salas de estudos, quadra poliesportiva e playground.

Prefeito Clécio Luís: mais duas creches começam a ser construídas em abril

Prefeito Clécio Luís: mais duas creches começam a ser construídas em abril

Segundo a Secretaria Municipal de Educação de Macapá (Semed), as creches existentes no município são mantidas por entidades religiosas construídas ainda no período em que o Estado era Território Federal.  Hoje segundo a Semed, existe um déficit de pelo menos 20 mil vagas para creches. Trata-se de uma demanda histórica que levará cerca de 30 anos para ser atendida na sua plenitude. A secretaria estima que  mais de mil vagas serão abertas até o fim do ano. “Com a construção dessas 10 creches, o município terá acesso a recursos educativos para a primeira infância. Pais e mães poderão trabalhar e deixar seus filhos nas creches e contar com um ensino de qualidade”, ressaltou a titular da Semed, Antônia Andrade.

A prefeitura anunciou ainda a construção de outras duas creches nos bairros Açaí e Renascer em abril e outras sete ao longo este ano.

Tia Chiquinha

A creche recebeu o nome de “Tia Chiquinha”, uma homenagem a Francisca Ramos dos Santos,  que faleceu aos 94 anos no último dia 18 de fevereiro. Ela era descendente de escravos, precursora do Marabaixo no Estado, mãe de 11 filhos, 25 netos, 14 bisnetos e 4 tataranetos.

Entre suas marcas estava o chapéu, que usava para lavrar a terra, e a irreverência única. “É muito importante uma escola ter o nome dela. Além de uma homenagem justa, esse momento eterniza a história dela no berço de Macapá. Com certeza ela está feliz no céu”, comentou o neto de Tia Chiquinha, Adelson Preto

Compartilhamentos