Compartilhamentos

O Corpo de Bombeiros ativou nesta sexta-feira, 20, o Sistema de Comando de Incidentes (SCI) que reúne vários órgãos para atendimento em casos de alagamentos. O objetivo é agilizar o atendimento à famílias que por ventura forem atingidas pelas enchentes. Hoje, apenas três famílias foram transferidas para abrigos por consequência das fortes chuvas.

Segundo o secretário executivo da Defesa Civil Estadual, tenente coronel Janary Picanço, vários setores estão sendo inseridos no Sistema de Atendimento. “Todas as demandas serão direcionadas para o SCI através do telefone 193, administrado pelo Ciodes. A Defesa Civil receberá as informações e em conjunto com os demais parceiros vai determinar as ações para conseguirmos, em um tempo menor, atender os chamados e deslocar as famílias atingidas para áreas seguras até que possam receber assistência do poder público”, explicou Janary. O SCI conta com representantes das secretarias municipais e estaduais de Assistência Social, Obras, Urbanização e a Defesa Civil Municipal,

Um sistema semelhante já está sendo usado no arquipélago do Bailique, que está sendo atingido pela força da maré e sofre com deslizamentos provocados por erosões. De acordo com a Defesa Civil, a chuva desta madrugada não causou novos danos na região. Mas pelo menos 30 casas, a unidade de saúde, uma escola e a sede do Batalhão Ambiental estão em áreas de risco e podem desabar.

Compartilhamentos