Compartilhamentos

Diferentes maneiras de saborear açaí poderão ser experimentadas por meio de geleias, tortas, pudins e cremes durante a 7ª edição do Festival do Açaí, que será realizado esta semana no município de Amapá, distante 302 km de Macapá. A festa procura conscientizar a população para preservação do meio ambiente e utilização sustentável da floresta. Cerca de dois mil visitantes são esperados para o festival.

A programação do festival conta com visitas às plantações de açaí, feira de artesanato, vendas de iguarias e apresentações musicais. O evento será entre os dias 30 de abril e 2 de maio. Um concurso escolherá a Rainha do Açaí, com premiação de R$ 1 mil para a vencedora. A melhor barraca também receberá prêmio R$ 300, e melhor “tirador” de açaí R$ 200.

O açaí representa hoje uma das principais rendas dos moradores de Amapá

O açaí representa hoje uma das principais rendas dos moradores de Amapá

 “Além de fomentar o turismo, o festival valoriza o trabalho dos catadores. Porém, nossa maior preocupação é fazer o uso sustentável da floresta que antes era desmatada, mas hoje garante o sustento de muitas famílias”, frisou o secretário municipal de Turismo, Desporto e Lazer do Amapá, Renato Marques.

A comunidade de Piquiá fica a 25 quilômetros do município de Amapá. Os catadores, batedores e vendedores do produto passaram por capacitações da Agência de Fomento do Amapá (Afap), que também liberou uma linha de crédito para os produtores de açaí.

A medida visa aumentar a produção para a festividade e distribuir o açaí em todo o Estado. Hoje a maioria da produção do produto é importada do Pará.

O Festival do Açaí é uma parceria entre governo do Estado e a prefeitura de Amapá. A Secretaria de Desporto e Lazer do Amapá espera dois mil visitantes, entre eles turistas franceses. Atualmente a produção de açaí é um dos principais meios de sustento dos moradores da região.

Compartilhamentos