Compartilhamentos

Mais uma semana de aulas vai começar, e com ela o medo de professores e funcionários do Centro de Estudos Supletivos Professor Paulo Melo, localizado na Rua Cândido Mendes, no Centro de Macapá. Bandidos tem aproveitado a falta de iluminação pública que eles mesmos provocam para arrombar veículos. Pelo menos uma vez por semana um carro tem os vidros quebrados.

A escola já encaminhou documento com pedido de ajuda ao 6º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento escolar, mas até agora não houve resposta.

Assaltos tem ocorrido na hora da saída. Fotos: Cássia Lima

Assaltos tem ocorrido na hora da saída. Fotos: Cássia Lima

“Nós queremos que a polícia faça varredura dentro da escola e que haja esse policiamento externo. Isso está se tornando frequente e tanto professores quanto alunos sentem medo. À noite, o entorno da escola é muito escuro e isso nos deixa mais vulneráveis”, queixa-se o coordenador pedagógico do centro, Renato Rocha.

Segundo a diretora, Andréia Penante, desde o início deste ano estão sendo registrados assaltos na hora da saída. A lanchonete que funciona ao lado da escola também é alvo de constante dos bandidos. Mais recentemente foram dois arrombamentos de veículos em menos de uma semana.  

A diretora Andréia Penante: medo de que os assaltos passem para dentro da escola

A diretora Andréia Penante: medo de que os assaltos passem para dentro da escola

“Nunca chegaram a entrar no centro. Mais se assaltam os alunos na saída porque não poderiam entrar aqui? Na última semana os carros de professores são alvos de arrombamentos e as lâmpadas do lado externo da escola sempre são roubadas ou quebradas”, destacou a diretora.

O Centro de Estudos Supletivos tem 40 anos de história e é mais conhecido pelo antigo nome, Emilio Médici. A instituição atende 720 alunos do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA), nos três turnos.

Lanchonete ao lado da escola já foi alvo de bandidos

Lanchonete ao lado da escola já foi alvo de bandidos

Ao todo, 22 professores lecionam no lugar que funciona bem em frente do Ginásio Poliesportivo Avertino Ramos, próximo da residência oficial do governador e do centro comercial de Macapá.

Compartilhamentos