Compartilhamentos

Interdição/

edna

Deputada estadual Edna Auzier (Pros), presidente da Comissão de Turismo da Assembleia, tem defendido a interdição do Trapiche Eliezer Levy. “Pode acontecer um acidente sério ali”, justifica, referindo-se aos buracos na passarela de madeira, especialmente perto do também abandonado restaurante.

Inspeção

Rompimento da fiacao da lateral do Trapiche

Na próxima quarta-feira, 29, a comissão inicia inspeções nos principais pontos turísticos da capital. O primeiro lugar escolhido foi o Trapiche Eliezer Levy, onde turistas que chegaram em um transatlântico no último fim de semana só puderam fotografar de longe.

Aposentadoria

O secretário de Saúde do Estado, promotor de Justiça Pedro Leite, não tem escondido que pretende se aposentar do Ministério Público no ano que vem. Já planeja montar um escritório de advocacia.

Clube de Roma

alberto góes

Um grupo de intelectuais com amplo conhecimento científico tem se reunido na Unifap para debater soluções inteligentes de desenvolvimento. Na condução das discussões está com o pesquisador e secretário de governo da prefeitura de Santana, Alberto Góes. A iniciativa lembra o “Clube de Roma”, grupo de cientistas europeus que na década de 1960 publicou estudos sobre o desenvolvimento da humanidade.

Prefeituráveis

Além do prefeito Clécio Luis (Psol), outros nomes começaram a despontar como futuros candidatos à prefeitura de capital. Fazem parte da lista o atual vice-prefeito, Alan Sales (PPS), Lucas Barreto (PSD) e o ex-governador Camilo Capiberibe (PSB). Já faziam parte da lista o atual deputado federal e ex-prefeito Roberto Góes (PDT).

Açaí no calendário

O Festival do Açaí, no município de Amapá, é foi incluído no calendário anual de eventos do Estado. A lei, sancionada pelo governador Waldez Góes (PDT), é de autoria da deputada Mira Rocha (PTB). Em 2010, último ano em que houve divulgação sobre a pauta de exportações, o açaí apareceu como o quinto produto mais exportado do Amapá, com quase US$ 8 milhões em negócios fechados.

Unimed

A última segunda-feira, 27, foi mais um dia de frustração para usuários da Unimed de Macapá. Não havia médicos suficientes no superlotado pronto atendimento infantil da cooperativa.

Compartilhamentos