Compartilhamentos

Representantes do governo do Estado se reúnem amanhã, 7, com dirigentes do Sindicato dos Servidores em Educação do Estado do Amapá (Sinsepeap). Será o início de uma maratona de negociações em torno da política salarial para todas as categorias do funcionalismo. As classes, é claro, esperam negociar o reajuste de 2015.

A primeira rodada foi marcada para as 10 horas da manhã, na Secretaria de Administração do Estado (Sead). A secretária de Administração, Goreth Souza, irá receber a direção do sindicato dos professores.

“Vamos iniciar os encontros pela categoria dos profissionais da educação, porque têm a maior representatividade no Estado”, justificou a secretária.

O cronograma de rodadas de negociação faz parte da “Agenda do Servidor”, lançada no último dia 25 de março pelo governo Waldez Góes (PDT). A intenção é discutir toda a política salarial, que não inclui apenas reajuste, mas promoções, progressões, concursos e qualificação profissional.

A segunda reunião será com representantes do quadro administrativo, o que inclui profissionais de quase todas as secretarias. O encontro será na quinta-feira, 9, entre a secretária Goreth Souza e o Sindicato dos Servidores do Grupo Administrativo (Sinsga).

Segundo a Sead, o governador participará das reuniões nos momentos em que for necessário tomar as maiores decisões. “Este primeiro momento é para debatermos tecnicamente, formatarmos e encaminharmos as propostas. Posteriormente, vem a decisão política”, explicou Goreth Souza.

Além da secretária de Administração, também participarão dos encontros representantes do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), Escola de Administração Pública (EAP), Amapá Previdência (Amprev), Secretaria de Planejamento (Seplan), Secretaria da Fazenda (Sefaz) e demais secretarias envolvidas nos temas discutidos em cada reunião.

Compartilhamentos