Compartilhamentos

Uma delegacia móvel passará a integrar as ações da Operação Lei Seca coordenada pelo Departamento de Trânsito do Amapá (Detran). Assim, o motorista flagrado dirigindo sob efeito de álcool será autuado no mesmo local da blitz.

De acordo com a direção do Detran, a medida visa reduzir a demanda de atendimento no Ciosp do Pacoval nos fins de semana. “Em todas as blitz nos deparamos com muitos casos de embriaguez ao volante. Isso acaba sobrecarregando o Ciosp Pacoval, que atende todas as demandas da noite. Por isso a necessidade da ajuda da delegacia móvel, pois agora não será preciso se deslocar até o Ciosp para aplicar as punições”, explicou o diretor do Detran, delegado Inácio Maciel.

Com a nova medida, os condutores serão enquadrados tanto na forma administrativa como criminal, dependendo da quantidade de álcool consumida. De acordo com a Lei Seca (Lei 11.705), o motorista flagrado dirigindo com uma concentração de 0,34 miligramas de álcool para cada litro de ar expelido dos pulmões deve ser punido administrativamente, com pagamento de multa de R$ 1,9 mil e retenção da CNH. A multa chega a R$ 3,9 mil nos casos de reincidência em um período de 12 meses. Já nos casos em que a quantia exceda 0,34 mililitros o motorista é punido criminalmente.

“É nesse momento que a delegacia móvel entra em ação na aplicação das punições. Claro que essa parceria não poderá acontecer em todas as ações da Lei Seca, mas vamos tentar mantê-la o máximo possível”, acrescentou o diretor. Este fim de semana será o primeiro em que a delegacia móvel estará presente nas ações do Detran.

Compartilhamentos