Compartilhamentos

No início da noite de quinta-feira, 02, o Hospital de Emergência fechou por algum tempo para atendimento ao público devido a entrada de uma mulher haitiana que apresentava sintomas parecidos com os do ebola.

A Secretaria de Saúde do Estado divulgou uma nota oficial sobre o caso no fim da noite descartando que a mulher, identificada como Joceline Fleurime, de 25 anos, estava com ebola. Na verdade a suspeita era de tuberculose, segundo a Sesa.

Veja abaixo a íntegra da nota:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO – SESA

1-A Secretaria de Estado da Saúde do Amapá descarta qualquer indício de ocorrência de pessoa com o vírus ebola no Estado;

2- A paciente Joceline Fleurime, de 25 anos, de origem haitiana, que deu entrada no Hospital de Emergências, na tarde desta quinta-feira (2) foi avaliada pela infectologista Maria Nazaré Cavalcante, que descartou totalmente a contaminação da doença;

3. Segundo a infectologista, o quadro clínico apresentado pela paciente leva a suspeita de tuberculose, uma vez que vem apresentando sintomas como tosse intensa, dor no peito, fraqueza, febre leve e eventualmente expelindo catarro com sangue;

4- A paciente relatou ter residência no Brasil na cidade de Sorocaba (SP) nos últimos quatro meses e que sua estada no Amapá teria motivações comerciais. Ela declarou também nunca ter estado em nenhum país do continente africano;

5. Após o devido atendimento, a paciente já foi encaminhada para o Centro de Doenças Transmissíveis, onde fará exames complementares e iniciará o tratamento;

6. Conforme apurou a Vigilância em Saúde o voo da paciente tinha como destino a cidade de Macapá com saída de São Paulo, não havendo qualquer impedimento da senhora Joceline descer em outros aeroportos do Brasil, uma vez que seu destino final era Macapá, conforme comprova o ticket de bagagem da paciente.

 

Compartilhamentos