Compartilhamentos

O edital de chamada pública para a contratação de mais 45 médicos foi aberto pelo governo do Estado na segunda-feira, 25. Os profissionais serão lotados nas unidades de urgência e emergência do Estado. Os interessados devem acessar o site da Secretaria de Estado de Administração (Sead), http://www.sead.ap.gov.br/, ou Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), http://www.saude.ap.gov.br/, para preencher o requerimento de inscrição, que se estenderá até o dia 3 de junho.

Segundo a Secretaria de Saúde, com esses novos contratados o número de médicos que reforçaram o quadro do Estado chega a 94 nesse primeiro semestre do ano. Em abril, a Sesa conseguiu contratar outros 49 médicos. Eles reforçarão as escalas de plantão dos médicos especialistas com uma jornada de trabalho de 20 horas semanais, e remuneração de R$ 5.123,70. Os candidatos passarão por análise de currículos, prova de títulos de caráter eliminatório e classificatório.

O objetivo é desafogar os setores de urgência e emergência

O objetivo é desafogar os setores de urgência e emergência

Os médicos interessados em participar do processo devem ser especialistas nas seguintes áreas: pediatra, anestesiologista, intensivista pediátrico, intensivista adulto, neuropediatra, endocrinologista pediatra, hematologia, onco-hematologista, neurologista, reumatologista, vascular, ginecologista obstetra, infectologista, pneumologista, neonatologista, urologista e psiquiatra.

“Aos poucos estamos conseguindo reestruturar as unidades de urgência e emergência, pois a saúde está em estado de emergência e a prioridade é a população, garantindo um atendimento humanizado e desafogando as superlotações”, avalia o secretário de Estado da Saúde, Pedro Leite.

Com a contratação dos médicos, o Estado deve alcançar um teto constitucional de R$ 230.566,50 mensais, e R$ 2.766.798,00 anuais, com pagamento remuneração dos profissionais da saúde.

Foto da capa: radialistasap.blogspot.com

 

Compartilhamentos