Compartilhamentos

A EDP, empresa responsável pela construção da Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão, que fica entre os municípios de Porto Grande e Ferreira Gomes, emitiu uma nota sobre as causas da enchente repentina no município de Ferreira Gomes. A empresa explica que houve uma vazão controlada da ensecadeira, sem mencionar rompimento. Abaixo a íntegra da nota da empresa.

COMUNICADO

A EECC – Empresa de Energia Cachoeira Caldeirão informa que na manhã desta quinta feira (07/05/2015), devido a cheia do rio Araguari, realizou a abertura controlada na ensecadeira da 2ª fase (margem esquerda) para permitir a passagem das águas do rio, e garantir a segurança das estruturas e comunidades ribeirinhas, não provocando danos as pessoas, equipamentos e ao meio ambiente.

A empresa, ressalta ainda, que está dando todo o apoio as comunidades locais, em especial a cidade de Ferreira Gomes.

As atividades de construção da UHE Cachoeira Caldeirão prosseguem normalmente, sem impacto no cronograma do empreendimento.

USINA HIDRELÉTRICA CACHOEIRA CALDEIRÃO

 

Compartilhamentos