Compartilhamentos

A suspeita de assalto a uma clínica localizada no Bairro Jesus de Nazaré levou o Batalhão de Operações Especiais (Bope) a fechar a Rua José Antônio Siqueira, na tarde desta segunda-feira, 25. As informações recebidas pelo Ciodes davam conta de que um assalto com refém estava em andamento.

A ocorrência começou quando uma funcionária desconfiou da presença de dois homens que entraram na clínica.

A rua José Antonio Siqueira foi fechada pelo Bope

A Rua José Antonio Siqueira foi fechada pelo Bope. Foto: Redes sociais

“Ela viu que havia uma volume por baixo da camisa de um dos suspeitos e chamou a polícia. Os policiais cercaram todo o quarteirão, mas acharam estranho que não havia nenhuma movimentação dentro da clínica. Isso levou os policiais a pensarem que pacientes e médicos estavam sendo mantidos como reféns”, contou Vander Barbosa, vizinho da clínica que observou toda a ação.

Pacientemente os policiais esperaram. De repente uma pessoa saiu e os policiais indagaram se estava acontecendo algum assalto dentro do estabelecimento. A pessoa disse que não sabia de nada. Mas o mal entendido só foi resolvido quando os funcionários da clínica saíram e contaram toda a história ao Bope. Os dois homens foram chamados para conversar. Como não havia nenhum indício de assalto ou reféns, eles foram liberados.

 

Compartilhamentos