Compartilhamentos

Amigos e parceiros de Mateus Ramos, de 17 anos, o “Mateusinho”, utilizaram o Facebook para lamentar a morte do bandido numa operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) realizada na última segunda-feira, 18, no Bairro Jesus de Nazaré, em Macapá. Algumas mensagens demostram carinho pelo criminoso, e outras um ódio virulento pela polícia.

Mateusinho (8)

Um dos parceiros escreve com muitos erros de português: “Mas um malandro deixando a malandragem pq os filhos da p…. de farda tiraram a vida dele. Descance em paz, mano”. E continua em tom ameaçador: “Quando o bonde sem freio brotar aqui vai ter vingansa, mas cedo ou mas tarde”.

Outro diz orgulhoso: “Valeu, camarada, por representar crime”

Em outra publicação um colega completa lamentando: “Mas um vida loka que ce vai. Va em paz irmão”

Uma garota, possivelmente uma ex-namorada, também diz em tom de tristeza e carinho: “Descanse em paz minha vidinha. Apesar que a gente não tava junto, mas nunca te esqueci, meu amor. Tudo que fiz por ti, mulher nenhuma fez. Ainda tenho seu nome escrito numa tatuagem. Saudades eternas meu Bozo (Palhaço)”, diz a garota numa referência à principal tatuagem de Mateusinho, um palhaço demoníaco, símbolo dos assassinos de policiais em outras regiões do país.

Mateusinho (6)

Existem outras mensagens deixadas por parceiros do bandido. “São pessoas tentando se autopromover e ao mesmo tempo aterrorizar a população. Isso não vai fazer o nosso trabalho parar. Esse tipo de reação sempre vai existir”, avalia o tenente Everton Dias, da Divisão de Comunicação Social do Bope.  

Mateusinho (3)

Mateusinho foi morto com vários tiros numa operação do Bope para prendê-lo na última segunda-feira. Os policiais alegam que foram recebidos a tiros pelo criminoso depois de ter sido avisado pela mãe dele sobre a aproximação da equipe. Os policiais seguiam uma pista dada por denunciante anônimo.

Mateusinho (4)

Mateusinho era acusado do homicídio de um enfermeiro na orla de Macapá durante o carnaval deste ano, além de tráfico de drogas e roubo. Ele também já tinha entradas no Centro de Internação Provisória e era foragido do Centro de Socioeducativo de Internação Masculina (Cesein). 

Mateusinho no Facebook: tatuagem famosa

Mateusinho no Facebook: tatuagem famosa

Compartilhamentos