Compartilhamentos

A assessoria do ex-governador Camilo Capiberibe (PSB) emitiu nota no início da noite desta terça-feira, 19, com posicionamento a respeito do bloqueio judicial de bens do ex-gestor. Ele disse ter estranhado a rapidez com que o pedido de bloqueio foi julgado.

O bloqueio é fruto de uma das ações movidas pela Procuradoria Geral do Estado, e foi decidido pela 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública de Macapá. Uma dessas ações acusa o ex-governador de desvio dos empréstimos descontados nos salários dos servidores.

A nota do ex-governador diz que ele e os outros ex-gestores citados na ação da PGE souberam somente pela imprensa a respeito do processo, e que nunca foram notificados oficialmente.

Por meio da nota, o ex-governador criticou a celeridade do processo, disse que está tranquilo quanto à “comprovação da regularidade da gestão do governo Camilo Capiberibe” e voltou a dizer que as ações são políticas. 

Compartilhamentos