Compartilhamentos

Os dois homens mortos por policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na quinta-feira, 7, eram procurados pela Justiça por assalto e tráfico, e já tinham passagem pelo Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).  De acordo com o Bope, os dois atiraram de dentro da casa onde estavam escondidos, no município de Santana, depois de um assalto a um estabelecimento comercial.

O lugar assaltado fica no Bairro dos Remédios. O crime ocorreu por volta de meio-dia no momento em que apenas o casal de comerciantes estava na casa especializada em queijos. O comerciante levou dois tiros de raspão, um na cintura e outro em uma das mãos. A polícia não informou se ele reagiu ao assalto e por isso foi ferido.

Depois da fuga em uma moto, o Bope recebeu denúncia anônima indicando a localização dos dois bandidos. Eles estavam em uma casa no Bairro Fonte Nova. Ao chegar, a equipe se deparou com um deles na janela da frente da residência. Quando ele viu a aproximação dos policias se trancou na casa e os dois teriam disparado na guarnição.

Os policiais arrombaram a porta e atiraram nos dois assaltantes. Nenhum policial ficou ferido. Álcio José Pena de Lima, de 34 anos, e Josuel Oliveira Silva, de 29 anos, morreram a caminho do Hospital de Emergência de Santana.

Ambos tinham mandados de prisão expedidos pela Justiça pelos crimes de assalto e tráfico de drogas. Eles também já tinham sido presos.  

Compartilhamentos